03/12/2017 / por GLAUCO MALTA


O rapper, compositor, escritor e empresário “Gabriel, O Pensador” retornou a Porto Alegre para se apresentar no Bar Opinião e após um atraso de 30 minutos sobe ao palco abrindo o show com seu novo hit “Tô Feliz (Matei o Presidente 2) que ao vivo acompanhado por banda e DJ ganha muito “punch” e energia.
Quando surgiu na cena musical do país Gabriel logo de cara caiu no gosto musical dos mais variados públicos de norte a sul do país, sua música fala da realidade política do país, das dificuldades sociais sem ser piegas, apelativa ou agressiva demais; trafegando tranquilamente entre os mais diversos estilos (além do Hip Hop é claro) com extrema qualidade em suas músicas.
Eu particularmente gosto muito de artistas de hip hop que fazem o uso de músicos em sua banda além de somente ter um DJ, o som fica mais orgânico e vibrante.
E foi essa vibração misturada com muita energia que Gabriel e seus asseclas trouxeram ao Opinião, com participações de B. Boys e uma B. Girl do Bairro da Restinga que mandaram muito bem.
Outro convidado muito especial foi o vocalista Tonho Crocco da banda gaúcha “Ultramen” dividindo os vocais com Gabriel na música “Dívida”, foi um daqueles momentos históricos que ficaram marcados para sempre na memória.
Gabriel incendeia a plateia, não para um minuto no palco e é sempre muito atencioso e simpático com os fãs que estão na “fila do gargarejo” (como se diz no popular), e emenda vários sucessos de sua carreia durante a apresentação como “Cachimbo da Paz” que teve o seu refrão cantado em uníssono pelo público, “Astronauta”, “2, 3, 4, 5, meia, 7, 8”, “Lavagem Cerebral/Racismo é Burrice”, “Playboy (parte 2)” e vários outros.
Com certeza foi um dos melhores shows do Gabriel que já assisti, ele está em ótima fase e com todo gás, criativo e questionador.