17/11/2017 / por GLAUCO MALTA

Oswaldo Montenegro é um dos maiores cantores/compositores do Brasil em todos os tempos, é um artista muito prolífico e não para nem por um segundo de criar algo ligado as artes; ora compondo, ora escrevendo roteiros, dirigindo peças de teatro e filmes, e percorrendo o país cantando suas músicas nos mais diversos palcos pelo Brasil afora.
Este show comemora os 40 anos de uma das parcerias mais criativas no meio artístico (música, teatro e cinema) que o nosso país pode ter o prazer de presenciar.
A flautista/tecladista “Madalena Sales” é o outro lado da moeda de Oswaldo Montenegro, com certeza um é o responsável “inspiração artística” do outro tamanha a sinergia existente entre eles não só em palco como também fora dele; sorte nossa que podermos nesta noite presenciar uma apresentação inspirada do mais puro Amor, Amizade, Carinho e Respeito entre essas duas grandes figuras da MPB e deles para com os músicos colegas que dividem o palco e para com a plateia presente.
Foi uma apresentação simplesmente memorável por parte de Oswaldo Montenegro e “Madá” (como ele carinhosamente a chama), e a banda que os acompanhou formada por ninguém menos que o grande músico Sérgio Chiavazzoli (bandolim, guitarra e violão), Rodrigo Scofield (bateria) e Alexandre Meu Rei (guitarra e baixo) deram um show a parte.
As músicas ganharam na mediada exata um peso e pegada mais crua por causa das guitarras, baixo e bateria, o que mostra como a versatilidade de Oswaldo não tem limites; a belíssima (obra prima) “A Lista” quase virou um blues com uma levada arrastada dos riffs de guitarras e bateria cadenciada, realmente me surpreendeu e toda essa massa sonora mesclada a interpretação intensa de Oswaldo tornou a música ainda mais bela.
O show apresenta em sua maioria grandes sucessos da carreira de Oswaldo, que também incluiu neste repertorio músicas mais recentes (digamos assim) como as belas canções “Sim” que faz parte da trilha sonora de seu filme mais recente “O Perfume da Memória” e “A Lógica da Criação” que faz parte da trilha do segundo longa “Solidões”.
Nesta noite o público pode presenciar o encontro histórico entre Oswaldo Montenegro e Zé Alexandre depois de 30 anos, vê-los no palco cantando Incompatibilidade foi algo surreal, visto que a música vai acelerando até chegar a um ponto em que seres humanos normais como nós não consegue sequer falar a primeira palavra de cada estrofe, simplesmente fenomenal.
Foi uma noite inesquecível e de pura inspiração para todos que puderam presenciar este grande Menestrel ao vivo em Porto Alegre.

Meus sinceros agradecimentos a Branco Produções pelo Credenciamento e Suporte no dia da cobertura do Show

SET LIST
01 – Metade (Intro - Vídeo Telão)
02 – Intuição
03 – Pra Longe do Paranoá
04 – Sem Mandamentos
05 – Eu Quero Ser Feliz Agora
06 – Se Puder, Sem Medo
07 – Nossas Histórias
08 – Piano
09 – Estrada Nova
10 – Travessuras/Lua & Flor
11 – A Lista
12 – Vamos Celebrar
13 – O Condor

BIS
14 – História Estranha
15 – Incompatibilidade
16 – Bandolins